Lula vem ao Pará e a expectativa na mídia nacional é pelo encontro com Celso Sabino, favorito para o turismo

Ve√≠culos de imprensa de todo o Brasil j√° dão como certa a nomeação do deputado federal paraense, Celso Sabino (União Brasil) como futuro Ministro do Turismo. A articulação j√° dura uma semana e deve ser consumada at√© a próxima terça-feira (20), antes de Lula viajar para a Europa, onde cumprir√° agenda. No Par√°, Lula entrega casas populares e participa da cerimônia de an√ļncio oficial da realização da COP30 em Bel√©m.

Lula vem ao Pará e a expectativa na mídia nacional é pelo encontro com Celso Sabino, favorito para o turismo


Para a bancada do notici√°rio da CNN, a indicação de Celso Sabino para o Ministério do Turismo é positiva e tende a ajudar o governo Lula a se articular melhor com o Congresso Nacional.

Onotici√°rio nacional informa que a visita de Lula ao Par√°, neste s√°bado (17), além de entregar 222 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, em Abaetetuba e de participar da cerimônia de anúncio oficial da realização da COP30 em Belém, o presidente também se reunir√° pela primeira vez com o deputado federal Celso Sabino (União-PA), indicado pela maioria dos deputados e senadores de seu partido, para assumir o Ministério do Turismo, em substituição à atual ministra, Daniela Carneiro, que junto com seu marido e prefeito de Belford Roxo (RJ), Waguinho (Republicanos), tenta mant√™-la no cargo, ou ter outro espaço no governo, em forma de compensação pelo apoio dado a Lula, durante a campanha eleitoral na baixada fluminense.

Segundo o jornalista Mateus Mais, do Poder 360, encontro de Lula com Sabino ser√° no restaurante Casa do Saulo, na Casa das Onze Janelas. Ser√° a 1¬™ vez que Sabino e Lula poderão ter privacidade e ter uma conversa direta. Estarão presentes a comitiva presidencial e convidados do governador apenas.

Nomeado ministro, Celso Sabino poder√° ser o interlocutor que o governo federal precisa no Congresso para pacificar a relação com o Centrão, que se v√™ desprestigiado com os atuais ministros, sobretudo do União Brasil, que segundo os parlamentares, não representam os interesses das bancadas na Câmara e no Senado.

A indicação de Celso Sabino é criticada por vozes minorit√°rias da esquerda e de setores da imprensa que sentem-se incomodados pela presença de um paraense no lugar da atual ministra, que é carioca. Sites e blogs resgataram uma mensagem crítica que o deputado postou durante a crise que antecedeu a queda de Dilma Rousseff, com seu impeachment.

Segundo matéria do jornal Folha de São Paulo, entre os congressistas, Celso Sabino é descrito como dono de um perfil conciliador e de traquejo político suficiente tanto para ser um bolsonarista durante o governo do ex-presidente como um lulista na gestão Lula.

Para um atento observador da cena política local e nacional, a política brasileira precisa de grandeza e pacificação e a nomeação de um ministro paraense deveria ser apoiada e incentivada, não só pela classe política, mas também por formadores de opinião.

Ninguém mais do que o atual vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), quando ainda era do PSDB fez críticas tão √°cidas e severas contra Lula e ano passado passou a ser o vice de Lula, tendo também enfrentado críticas por parte de setores mais radicais do PT, mas mesmo assim teve seu nome consolidado, em um esforço de formar uma chapa e sinalizar para o mercado, às forças políticas aliadas e ao povo brasileiro, a necessidade de uma união de interesses democr√°ticos para fazer o país avançar.

Cabe lembrar, que tanto o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL), quanto o governador do estado, Helder Barbalho (MDB), como o presidente da República, Lula (PT) se uniram para convencer a ONU e trazer a realização da COP30 para a capital paraense e muitos destes críticos dizem que a cidade não tem condições de receber tal evento.

O fortalecimento do protagonismo do Par√° e a Amazônia na gestão de políticas públicas

Ter um paraense no Ministério do Turismo só tem a ajudar na melhoria das condições para que a COP30 possa ter √™xito, juntando-se aos esforços que a União, através de forte investimento do BNDES (5 bilhões), assim como do Ministério das Cidades, que tem outro paraense, o Ministro Jader Filho, assim como seu irmão, Helder Barbalho, que através do governo do Estado j√° se comprometeu não deixar que falte nada para que o Par√° faça a melhor COP da história.

A amazônia est√° como nunca esteve no centro do debate mundial, por sua importância estratégica em todo o debate sobre as soluções para o enfrentamento de pautas ambientais graves e que necessitam de urgente pactuação internacional, tais como: as mudanças clim√°ticas, a conservação da biodiversidade, a redução do desmatamento, bem como da poluição do ar e da √°gua e a implementação de fontes de energias renov√°veis.

Portanto, a nomeação de Celso Sabino como futuro ministro do Turismo é um aceno importante para que a população paraense venha se beneficiar com mais um ator e protagonista em busca de mais recursos e de melhorias nas políticas públicas favor√°veis ao nosso estado e à Amazônia, tão debatida fora do nosso território, sem a participação de nossos representantes.

Fonte: Diogenes Brandão